top of page

Trólebus Brasileiro

> Os Sistemas Brasileiros

> Araraquara (SP)

A CTA – Companhia Troleibus Araraquara, empresa de capital misto, foi criada em 1958, com o objetivo de desenvolver e implantar o sistema trólebus na cidade de Araraquara.

45.jpg

(Foto tirada por Marco A. G. Brandemarte, durante visita à garagem da Companhia Trólebus Araraquara, em 1998).

Dados operacionais da empresa (1995):

- Consumo de energia elétrica em serviço comercial = 2.450.000 kWh

- Quilometragem rodada em serviço comercial (frota) = 1.140.174 km

- Número de passageiros transportados = 4.177.783

- Participação do trólebus no transporte público = 18,5 %

- Empregados em operação e manutenção = 120

Em 2016 a empresa encerrou a operação de transporte público, entrando em processo de liquidação, vigente até o momento. Foi criada pela prefeitura de Araraquara a Controladoria de Transporte de Araraquara que passou a exercer exclusivamente a função de gestora do transporte coletivo urbano, dispondo de equipe própria de agentes atuando na operação e fiscalização do transporte nas vias urbanas do município. Está localizada no mesmo prédio onde funcionou a Companhia Troleibus Araraquara.

REDE BÁSICA DE TRÓLEBUS

Na cidade de Araraquara, o sistema foi inaugurado em dezembro de 1959.

No início da década de 1980 as linhas totalizavam 83 km de extensão em operação. Diversos pontos da cidade, incluindo o Terminal Rodoviário, eram alcançados pelos trólebus.

Em 1998 as linhas de trólebus atendiam aos bairros Santana, Centro, Vila Xavier, Pinheirinho, Fonte Luminosa e Jardim Estações, num total de 32 km, divididos em três linhas. Os trólebus transportavam diariamente cerca de 60.000 passageiros. A maior demanda se encontrava na linha “Santana-Pinheirinho”, que abrangia também os bairros Centro e Vila Xavier, apresentando um índice de até quatro passageiros transportados por quilômetro (IPK = 4). A integração entre os trólebus e os demais ônibus era feita no terminal de integração próximo à estação ferroviária. As linhas que passavam pelo Terminal Rodoviário estavam desativadas.

A década de 1990 foi marcada pela decadência do sistema trólebus em Araraquara. Até 1994, cinco linhas tiveram seus trólebus substituídos por ônibus diesel.

Em 1999 a operação dos trólebus foi totalmente suspensa, permanecendo apenas os ônibus diesel em operação.

No ano de 2000 a operação dos trólebus da CTA foi parcialmente reativada. Desta forma, três trólebus passaram a circular na linha “Santana-Pinheirinho” por poucos meses, quando foram novamente desativados devido à crise de energia elétrica, como forma de economia.

Os últimos veículos restantes permaneceram por algum tempo nas dependências da CTA, sendo posteriormente desativados ou vendidos como sucata. Apenas o veículo n° 1 permaneceu na empresa, ficando em exposição como peça de museu na fachada da empresa.

128.jpg

Fachada da empresa com destaque para o trólebus Grassi nº 1, à esquerda da imagem.

(Fonte: Google Maps - 23/05/2019).

REDE AÉREA

A rede aérea estava sob o controle da própria CTA, responsável também pela sua manutenção. Até  1998,  a  rede aérea em operação compreendia 87 km.  Estavam desativados 49 km.  A extensão em percurso não-remunerado compreendia 1,5 km  (acesso à garagem, pátio, etc.). Das seis subestações retificadoras existentes, apenas três estavam em operação, totalizando 2.840 kW de potência instalada em operação e 2.520 kW de potência instalada desativada.

80.jpg

1

814.JPG

2

81.jpg

3

229.jpg

4

1-Veículo  utilizado na manutenção da rede aérea.

(Foto tirada por Marco A. G. Brandemarte durante visita ao sistema em 1998).

2-Fachada da subestação Vila Xavier.

(Fonte: http://www.ctaonline.com.br/index.php?id=504&idioma=1).

3-Transformador   instalado na  subestação retificadora do bairro Vila Xavier.

(Foto tirada por Marco A. G. Brandemarte durante visita ao sistema em 1998).

4-Detalhe do local de entrada da alta tensão no interior da subestação Vila Xavier.

(Foto tirada por Marco A. G. Brandemarte durante visita ao sistema em 1998).

* CTA - Frota de Veículos

* CTA - Galeria de Fotos

* CTA - Museu Trólebus Grassi/Villares nº 1

Acompanhe maiores detalhes da história da Companhia pelas publicações abaixo:

CTA-2
1179.png

Revista dos Transportes Públicos ANTP: "Um modelo de empresa de transportes urbanos para pequenas e médias cidades" (ano 2, dezembro/1979, nr. 06).

1180.png

Informações sobre o sistema de trólebus de Araraquara - CTA (1984).

1178.png

Livro "História do Transporte Urbano no Brasil" - Waldemar Corrêa Stiel (1984).

1177.png

Tese de Doutorado: "Trólebus, Espaço e Sociedade" - Eneas Rente Ferreira, Escola de Engenharia de São Carlos (1995) - páginas 64 a 75.

1181.png

Revista dos Transportes Públicos ANTP: "Trólebus - as fases da implantação no Brasil" (ano 19, 1996, 4° trimestre, nr. 73).

1176.png

Revista "CNT Transporte Atual".

(edição 163 março 2009).

1138.jpg

Revista "CTA 50 Anos".

(Publicado pela Companhia Troleibus Araraquara) - 2008.

1139.jpg

Livro "CTA 60 Anos de História".

(Autora: Fernanda Costa Franco - ProacSP - Obra patrocinada pela Lupo S/A) - 2019.

Fonte de Pesquisa:

 

- “Trólebus – Síntese Internacional Física e Operacional” – 1995, publicado pela ANTP – Associação Nacional dos Transportes Públicos.

- Relatório de visita à CTA (MAGB).

- http://www.ctaonline.com.br/index.php/controladoria/apresentacao.html

bottom of page