top of page

A São Paulo Transporte S/A é uma empresa de economia mista. O acionista majoritário é a Prefeitura do Município de São Paulo. Em 1.995 a SP Trans assumiu o lugar da antiga CMTC – Companhia Municipal de Transportes Coletivos, que foi extinta.

A principal função da SP Trans é a gestão do transporte público de passageiros por ônibus e trólebus. Todas as atividades operacionais de transporte foram terceirizadas, com a contratação de empresas privadas prestadoras desse serviço, através de licitações públicas. Os processos-chave da empresa são o planejamento, a programação de linhas e frota e a contratação, fiscalização, arrecadação e remuneração das empresas operadoras. Outra atribuição é o desenvolvimento de novas tecnologias que garantam modernidade, segurança e conforto aos passageiros e contribuam para a qualidade de vida da cidade de São Paulo. A SP Trans fiscaliza também taxistas, veículos escolares, peruas de lotação e ônibus Bairro-a-Bairro.

O sistema de transporte por ônibus forma uma rede integrada de atendimento, a partir do uso das integrações oferecidas no Bilhete Único. Para facilitar a racionalização do sistema, o atendimento, a oferta de coletivos e a integração entre as linhas, a cidade está dividida em oito áreas. Cada área do mapa tem uma identidade, reconhecida por uma cor diferente que também é aplicada nos ônibus dessa região.

803.jpg

Distribuição das linhas de ônibus/trólebus na cidade de São Paulo (SP).

(Fonte: http://www.sptrans.com.br/sptrans/) - acesso em agosto/2.019.

Fonte de Pesquisa:

 

- Folheto institucional “SP Trans”, publicado pela SP Trans.

- http://www.sptrans.com.br/sptrans/

bottom of page