top of page

Trólebus Brasileiro

> Os Sistemas Brasileiros

> Metra

> Frota de Veículos

> Especificações Trólebus Padron Marcopolo/Volvo/Powertronics - prefixos 7047 a 7068

As especificações aqui apresentadas são as originais de fábrica, transcritas do manual da Powertronics. Entre 2.014 / 2.015 estes veículos sofreram reforma geral, alterando entre outros itens o seu sistema de tração, com características diferentes das apresentadas aqui.

CHASSI: fabricado pela Volvo do Brasil Veículos Ltda, modelo B-58 E TR, equipado com suspensão do tipo combinada.

 

1 – Quadro do chassi: duas vigas de aço longitudinais prensadas em “U”, amarradas transversalmente por travessas de perfil em “U”, rebitadas a frio.

- dimensões das vigas (mm):

    - altura de alma (zona central): 240

    - espessura do material: 6,35

    - largura do chassi: 970 

2 - Dimensões básicas (mm):

- distância entre-eixos: 6.000

- balanço traseiro: 2.450

- balanço dianteiro: 1.850

- comprimento total: 10.300

 

3 - Diferencial: com redução nos cubos de roda.

 

4 - Sistema de direção: tipo hidráulica, com retorno automático.

 

5 – Suspensão combinada: utilização de molas e câmaras de ar.

238.gif

(Fonte: “Trólebus - Manual de Operação” – Trólebus de 2 eixos, publicado pela Powertronics S/A).

6 - Cargas admissíveis por eixo (kg):

- eixo dianteiro: 7.046

- eixo traseiro: 12.617

- total: 19.663

 

7 - Sistema de freios: do tipo tambor, com atuação totalmente pneumática, com recurso para emergência e dois circuitos independentes (um para o eixo dianteiro e outro para o eixo traseiro). Freio de estacionamento tipo mola acumuladora, montado no cilindro de freio do eixo traseiro. Tanques de ar separados para cada circuito.

CARROCERIA: fabricada por Marcopolo S/A. (Especificações referentes ao veículo encarroçado e com sistema de propulsão instalado).

 

1 – Estrutura: aço estrutural (SAE-50).

236.gif

(Fonte: “Trólebus - Manual de Operação” – Trólebus de 2 eixos, publicado pela Powertronics S/A).

2 - Dimensões básicas (mm):

- comprimento total: 12.080

- largura: 2.550

- altura (carroceria): 3.170

- altura (patim oscilante recolhido): 3.960

- ângulo de entrada: 9°54’

- ângulo de saída: 8°16’

- ângulo livre entre-eixos: 6°27’

- altura máxima primeiro degrau: 390

- altura máxima entre degraus: 290

- profundidade mínima entre degraus: 300

- altura máxima do piso na região das portas: 970

- altura interna mínima em áreas de circulação: 2.000

- vão livre das portas: 1.100

- raio de giro externo máximo: 12.000

- raio de giro interno mínimo: 5.000

 

3 - Peso do veículo (kg):

- peso do veículo vazio: 12.934

- peso do veículo com carga máxima: 19.663

 

4 - Compartimento de passageiros:

- capacidade de transporte:

    - sentados: 37

    - em pé (7 passageiros/m2): 66

    - total: 103

 

5 - Posto de comando do motorista:

- Identificação dos comandos e indicadores do painel de comando do motorista

237.jpg

(Fonte: “Trólebus - Manual de Operação” – Trólebus de 2 eixos, publicado pela Powertronics S/A).

  1.     Tecla TESTE (lâmpadas e cigarra).

  2.     Tecla REARME SOBRECARGA (ativar/reativar sistema de tração).

  3.     Reservado.

  4.     Reservado.

  5.     Tecla LAVADOR (pára-brisa).

  6.     Tecla LIMPADOR (pára-brisa).

  7.     Tecla TEMPORIZADOR (pára-brisa).

  8.     Tecla DESEMBACIADOR (pára-brisa).

  9.     Tecla REARME PEDIDO PARADA

  10.     Tecla CIGARRA (desligamento).

  11.     Tecla VENTILADOR (salão).

  12.     Tecla LUZ MOTORISTA.

  13.     Tecla LANTERNA.

  14.     Tecla FAROL.

  15.     Tecla ILUMINAÇÃO INTERNA.

  16.     Tecla ILUMINAÇÃO INTERNA.

  17.     Indicador de parada solicitada.

  18.     Indicador de farol aceso (azul).

  19.     Indicador de seta (verde).

  20.     Indicador de ré (amarelo).

  21.     Indicador de bateria – falha na recarga (vermelho).

  22.     Indicador de sobrevelocidade (vermelho).

  23.     Indicador de falha de tração (vermelho).

  24.     Indicador de falha no inversor (vermelho).

  25.     Indicador de freio de estacionamento acionado (vermelho).

  26.     Indicador de pressão baixa dos freios (vermelho).

  27.     Indicador de pressão do óleo do compressor (vermelho).

  28.     Amperímetro: medição da corrente de armadura do motor de tração.

  29.     Velocímetro e odômetro.

  30.     Manômetro: medição da pressão de ar nos tanques dos freios de serviço (dianteiro e traseiro).

  31.     Chave Avante – Neutro – Ré.

  32.     Voltímetro de rede.

  33.     Cigarra.

  34.     Chave geral de partida.

  35.     Freio de estacionamento.

  36.     Válvula de injeção de ar comprimido.

  37.     Botão de pisca-alerta.

  38.     Interruptor de porta (entrada).

  39.     Interruptor de porta (saída).

  40.     Interruptor de porta (entrada e saída).

 

6 - Posto de cobrança:

- tipo automática, com bloqueios automáticos instalados na porta de embarque (dianteira).

ELETROCONTROLES: fabricados pela Powertronics S/A, incluindo sistema de controle de tração, resistores de frenagem, sistemas auxiliares e demais componentes elétricos/eletrônicos.

 

1 - Desempenho:

- velocidade máxima: 60 km/h

- aceleração máxima: 1,3 m/s2

- rampa máxima: 12 %

 

2 - Alimentação elétrica:

- tensão da rede aérea:

    - nominal: 600 Vcc

    - mínima: 400 Vcc

    - máxima: 720 Vcc

- circuitos auxiliares: 220 Vca, trifásico, 60 Hz

- circuito de corrente contínua (bateria): 24 Vcc

 

3 - Motor de tração:

- tipo: BB 926 – 2T (Gevisa)

- quantidade: 01

- ocalização: entre-eixos

- massa: 670 kg

- ventilação: autoventilado

- excitação: composta

- dados característicos

266.jpg

 

 

4 - Sistema de controle de tração:

- tipo: chopper a IGBT.

 

5 – Sistemas auxiliares:

- inversor IGBT (acionamento do motor da bomba hidráulica de direção, ventiladores, motor do compressor e retificador do sistema de corrente contínua):

    - tensão contínua de alimentação: 600 V (variação = 400 a 720 V)

    - tensão de saída em C.A.: 220 V, 3 fases + neutro

    - corrente máxima: 70 A (durante 20 segundos)

    - potência nominal adequada ao serviço auxiliar do veículo com mais 10 % de reserva: 15 kVA

- carregador de bateria (retificador): fornece energia aos equipamentos de controle de tração, iluminação, comunicação e carregamento das baterias):

    - tensão nominal do sistema: 24 Vcc

    - tensão nominal de alimentação dos equipamentos: 28 Vcc

Fonte de Pesquisa

 

- “Trólebus - Manual de Operação” – Trólebus de 2 eixos, publicado pela Powertronics S/A.

bottom of page