top of page

Trólebus Brasileiro

> Os Sistemas Brasileiros

> Recife (PE)

O sistema de transporte por trólebus foi inaugurado na cidade de Recife - PE, em 1.960. A frota inicial era composta de 65 veículos do tipo Marmon Herrington, com equipamento elétrico Westinghouse, procedentes dos Estados Unidos. Entre 1.962 e 1.964, foram adquiridos 20 trólebus do tipo Caio/Villares. Em 1.969, com a desativação do sistema de Belo Horizonte, mais 50 trólebus Marmon Herrington e 5 Massari/Villares foram incorporados à frota, vindos de tal sistema.

504.gif

Linha  de  produção dos trólebus na fábrica da Marmon Herrington,  em  Indianápolis  - EUA.

(Fonte: http://fotolog.terra.com.br/mundotrolleybus:3).

703.jpg

Aspecto  da chegada do primeiro trólebus para a viagem inaugural no Recife,  vendo-se  o  ônibus  cercado  de admiradores.

(Fonte:    http://pernambucoonibusclube.blogspot.com/2010/01/home

nagem-cturecife.html).

705.jpg

Os   trólebus  Marmon  Herrington,   durante  a chegada no porto de Recife, em 1.959.

(Fonte:  http://pernambucoonibusclube.blogspot.com/2010/01/homenagem-cturecife.html).

704.jpg

Aspecto  da chegada do primeiro trólebus para a viagem inaugural no Recife,  vendo-se  o  ônibus  cercado  de admiradores.

(Fonte:    http://pernambucoonibusclube.blogspot.com/2010/01/homenagem-cturecife.html).

819.jpg

Trólebus Marmon-Herrington - anos 60. Avenida Guararapes, no centro da cidade, ainda com paralelepípedos e trilho dos bondes cruzando a Rua do Sol.

(Fonte: http://www.facebook.com/photo.php?fbid=441686459234313&set=a.373392022730424.79517.151930651543230&type=1&relevant_count=1).

490.gif

Trólebus  Marmon  Herrington,    prefixo 013,  atravessando  a ponte entre as ilhas de Recife e Santo Antonio, em 1.961.

(Fonte: http://www.tramz.com/br/re/tb.html).

978.png

Trólebus  Marmon  Herrington - CTU Recife/PE.

(Fonte: Instagram "@pernambuconibus").

977.png

Trólebus  Marmon  Herrington - CTU Recife/PE.

(Fonte: Instagram "@pernambuconibus").

974.png

Trólebus Caio/Villares - foto do final da década de 1960.

Avenida Guararapes, no centro de Recife/PE.

(Fonte: facebook "Trólebus / Ônibus elétricos do Recife).

491.jpg

Imagem rara de um trólebus Caio/Villares, extraída de um vídeo de Allen Morrison, de 1.980.

(Fonte: http://video.google.com/videoplay?docid=-8016600455783762727).

800.jpg

Anúncio do novo trólebus Caio/Villares, em publicação da década de 1.960.

(Fonte: pt-br.facebook.com/).

798.jpg

Raro registro de um outro trólebus Caio/Villares, provavelmente em 1.980.

(Fonte: http://www.facebook.com/).

801.jpg

Trólebus Massari/Villares, prefixo 137.

(Fonte: http://pt-br.facebook.com/).

493.gif

Trólebus Massari/Villares,  prefixo 139,  em 1.980, adquirido do sistema de Belo Horizonte.

(Fonte: http://www.tramz.com/br/re/tb.html).

802.jpg

Trólebus Massari/Villares, em 01/1.981, cumprindo a linha Campo Grande - Rua do Imperador Dom Pedro II.

(Fonte: http://pt-br.facebook.com/).

Sendo assim, o sistema se expandiu atingindo sua extensão máxima, com cerca de 100 km de rede elétrica (equivalente em bifilar simples), distribuídos em 20 linhas e uma frota de 140 veículos. Entretanto, a partir de 1.970 a frota contava apenas com 50 veículos operacionais, devido a dificuldade em se manter os veículos estrangeiros, prejudicando a operação das linhas e ocasionando abandono de parte da rede elétrica (apenas 57 km de rede estavam em operação, num total de 7 linhas).

499.gif

Frota total da CTU em 1.979.

(Fonte: http://br.geocities.com/zostratus12/recife-trolebus-01.htm).

A partir de 1.980, com o programa de revitalização, toda a rede elétrica foi desmontada, para permitir a sua completa reconstrução ao longo de dois corredores principais: Macaxeira e Caxangá - este último com faixas exclusivas  para trólebus. Da frota de trólebus Marmon Herrington, 47 veículos foram reformados, com a troca dos chassis por novos, da Scania e recondicionamento de seus equipamentos elétricos. Em 1.981 foram adquiridos também 12 novos trólebus, do tipo Ciferal/Scania/Tectronic, que operaram até 1.994, quando foram desativados. Ainda em 1.994, um terceiro corredor troncal foi inaugurado, ligando o centro de Recife à cidade de Olinda. 

970.png

Trólebus Marmon Herrington com chassi Scania.

(Fonte: Instagram "@pernambuconibus").

494.jpg

Trólebus Marmon Herrington com chassi Scania.

(Fonte: https://onibusbrasil.com/andersonpds39/4559012).

496.jpg

Trólebus   Marmon   Herrington, com nova numeração e pintura, sendo recolhido à garagem da CTU.

(Fonte: http://www.tramz.com/br/re/tb.html).

976.png

Trólebus Marmon Herrington com chassi Scania.

(Fonte: Instagram "@pernambuconibus").

495.jpg

O novo trólebus Ciferal/Scania/Tectronic.

(Fonte: http://fotolog.terra.com.br/mundotrolleybus:6).

497.jpg

Trólebus Marmon Herrington, na avenida Dantas Barreto,  no ano de 2.000.

(Fonte: http://www.tramz.com/br/re/tb.html).

No ano de 2.000 o sistema de trólebus é privatizado, e a CTU - Companhia de Transportes Urbanos de Recife dá lugar à CRT - Cidade de Recife Transportes. A nova empresa adquire 18 trólebus usados, vindos do sistema de Ribeirão Preto (SP), desativado em 1.999. Estes veículos foram fabricados no início da década de 1.980, e eram do tipo Caio/Scania/Villares (TC002). Dez destes trólebus foram reformados e postos em operação. Sete trólebus Marmon Herrington são pintados com a cor da nova companhia, ficando o restante da frota nas antigas cores da CTU.

Em 2.001, haviam apenas 31 trólebus em operação, num total de 3 linhas. Posteriormente, as linhas Caxangá e Macaxeira têm seus trólebus substituídos por ônibus a diesel, restando apenas a linha de Olinda em operação, com frota de 10 trólebus Caio/Scania/Villares e 6 trólebus Marmon Herrington. Apesar do contrato prever a continuidade da operação dos trólebus, assim como a compra de novos veículos - semelhantes aos "Busscar" operados pela Metra (SP), o sistema foi desativado no final de 2.001.

498.jpg

Trólebus Caio/Scania/Villares, vindos de Ribeirão Preto - SP.

(Fonte: http://www.tramz.com/br/re/tb.html).

500.jpg

Trólebus Marmon Herrington com pintura padrão CRT.

(Fonte: http://www.tramz.com/br/re/tb.html).

501.jpg

Trólebus Caio/Scania/Villares, em março/2.001.

(Fonte: http://br.geocities.com/row701/recife-trolebus-rib.jpg).

502.jpg

Trólebus Marmon Herrington, em março/2.001.

(Fonte: http://br.geocities.com/row701/recife-trolebus-01.jpg).

505.jpg
818.jpg

Trólebus Busscar Low Floor, a promessa de renovação da frota em Recife.

(Fonte: http://www.busscar.com.br/index.php?goto=produtos_view&cod=61).

506.jpg

Os 6 trólebus Marmon-Herrington e os 10 trólebus Caio/Scania/Villares (ex-Ribeirão Preto) ficaram na garagem da extinta CTU até 2.006, ano em que foram desmanchados, neste mesmo local.

(Fonte: http://fotolog.terra.com.br/mundotrolleybus:2).

492.gif

Mapa do sistema de trólebus em Recife (PE) em 2.001.

(Fonte: http://www.tramz.com/br/re/tbm.html).

Fonte de Pesquisa:

 

- “Revista dos Transportes Públicos” (ano 19, 1.996, 4° trimestre), publicado pela ANTP – Associação Nacional de Transportes Públicos: artigo “Trólebus – As Fases da Implantação do Sistema no Brasil”, de autoria de Jorge Françozo de Moraes.

- "The Trolleybuses of Recife" - http://www.tramz.com/br/re/tb.html, de autoria de Allen Morrison.

- "CIDADE DE RECIFE - Cronologia do Sistema de Trólebus (1960-2001)" - http://br.geocities.com/zostratus12/recife-trolebus.htm, de autoria de Marcelo Almirante.

bottom of page