top of page

Trólebus Brasileiro
> Museu Virtual
> Trólebus Grassi/Villares 3159




 

O trólebus Grassi/Villares 3159 faz parte de um lote de nove unidades produzidas em 1.961 para a CMTC de São Paulo, totalizando dez veículos com o protótipo produzido em 1.958. Estes foram os primeiros trólebus fabricados no Brasil. Receberam na CMTC os prefixos de 3155 a 3164.

 

Estes veículos foram fabricados sob licença da norte-americana Marmon-Herrington, contando com 85% de componentes nacionais (apenas eixos, sistema de direção e freios pneumáticos eram importados dos EUA). A carroceria integral foi construída pela Grassi, enquanto que comandos e motor de tração foram produzidos pela Villares e sua subsidiária Atlas. Foram construídos nas versões de duas ou três portas, sendo o prefixo 3159 com duas portas operacionais.

O veículo encontra-se atualmente no Museu dos Transportes Públicos Gaetano Ferolla em São Paulo, administrado pela SP Trans, preservado apenas esteticamente.

1165.png

O trólebus Grassi/Villares prefixo 3159 em exposição no Museu Gaetano Ferolla, em São Paulo-SP.

(Créditos na foto).

1163.png

O trólebus Grassi/Villares prefixo 3159 em exposição no Museu Gaetano Ferolla, em São Paulo-SP.

(Créditos na foto).

1164.png

Salão de passageiros do trólebus Grassi/Villares prefixo 3159 em exposição no Museu Gaetano Ferolla, em São Paulo-SP.

(Créditos na foto).

1167.png

Painel de comando do trólebus Grassi/Villares prefixo 3159 em exposição no Museu Gaetano Ferolla, em São Paulo-SP.

(Foto: Marco Brandemarte).

1161.png

Salão de passageiros do trólebus Grassi/Villares prefixo 3159 em exposição no Museu Gaetano Ferolla, em São Paulo-SP.

(Créditos na foto).

bottom of page